Trabalhador terá de contribuir 40 anos para ter benefício integral

Prestes a ser apresentada, a nova reforma da Previdência, proposta pelo governo federal, vai exigir 40 anos de contribuição para o trabalhador receber integralmente o benefício. Na proposta original, o tempo era de 49 anos e, depois, chegou-se a falar em 44 para compensar parte da perda fiscal da nova PEC (Proposta de Emenda Constitucional).

A equipe econômica de Michel Temer corre contra o tempo para aprovar a principal medida do peemedebista quando ele assumiu o poder. A ideia é aprovar as alterações na concessão de aposentadorias até o fim deste ano, de uma forma bem mais enxuta, para convencer os congressistas a bancarem a mais impopular das reformas antes de 2018, ano de eleições.

Ontem, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles adiantou alguns pontos que estão por vir.

"O tempo mínimo de contribuição original era de 25 anos, vai passar para 15 anos. Porém quem contribuir por 15 anos e atingir a idade mínima receberá 60% do teto da aposentadoria, e vai subindo devagar. Só atinge os 100% do teto quando chegar a 40 anos de contribuição", disse o titular da pasta. "Há aí um incentivo para as pessoas de fato trabalharem um pouco mais para terem uma aposentadoria melhor."

reforminha/ Meirelles destacou também que a nova reforma da Previdência vai representar 60% daquilo que o governo pensava no início das discussões. Na proposta inicial, a economia estimada em uma década seria de, aproximadamente, R$ 800 bilhões. A que foi aprovada em maio na comissão especial representava em torno de 75% em relação à original, mandada para o Congresso.

Portanto, se a nova PEC passar e corresponder a 60% daquilo que o governo queria no início das discussões, a economia em dez anos será de cerca de R$ 480 bilhões: R$ 320 bilhões a menos daquilo que foi planejado no começo.

"Segundo nossos cálculos, isso deve dar ao redor de 60%. Já vinha dizendo que seria substancialmente superior a 50%, pode ser um pouco menos que 60%, um pouco mais que 60%, estamos acertando a sintonia fina", disse Meirelles.

Fonte: DiarioSP

Cotações e Índices

Moedas - 10/12/2018 16:02:03
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,926
  • 3,928
  • Paralelo
  • 3,900
  • 4,090
  • Turismo
  • 3,770
  • 4,080
  • Euro
  • 4,461
  • 4,463
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,966
  • 3,966
  • Libra
  • 4,929
  • 4,931
  • Ouro
  • 154,130
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

Agendas Tributárias

  • 13/Dezembro/2018
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
META CONTABILIDADE LTDA.
Rua das Arraias, 80   |   Parque Residencial Aquarius - Sala 01   |   São José dos Campos/SP
Fone: (12) 2135.0400 - Fax: (12) 2135.0430   |   meta@metacontabilsjc.com.br
Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)