Está com o nome sujo? Veja o que acontece com quem entra na lista de inadimplentes

Quando o consumidor deixa de pagar uma conta, ele corre o risco de ter o nome incluído no cadastro de inadimplentes. Ou seja, na lista do SPC, do SCPC ou do Serasa.

Mas o que isso significa na prática? Isso faz com que ele não possa obter novos créditos ou pague taxas muito mais altas.

A decisão de colocar seu nome no cadastro de inadimplentes é do credor. Ou seja, quem deveria receber a conta que não foi paga. Em geral, as empresas tentam negociar com o cliente primeiro e dar um prazo para ele pagar a conta. E só depois mandam o seu nome para o cadastro de inadimplentes.

Segundo o economista e professor da PUC-Rio Mauro Rochlin, o nome ainda precisa ser processado pelos SPC ou Serasa antes de aparecer na lista pública de devedores.

"O sistema precisa de um prazo para processar as informações. Não é que você não pagou uma conta e vai entrar no Serasa no dia seguinte", explicou o professor.

E para limpar o nome?
O jeito mais rápido de limpar seu nome é pagar a conta atrasada. Pelo Código de Defesa do Consumidor, o nome do cliente deve ser excluído do cadastro de devedores em até cinco dias úteis após ele ter regularizado sua situação.

Mesmo que o consumidor não pague a dívida, o prazo máximo para um nome ficar sujo é de cinco anos. A partir desse momento, o nome do devedor deve ser retirado do cadastro de inadimplentes mesmo se ele ainda estiver devendo para a empresa que o cadastrou.

Isso não significa que o consumidor se livrou da dívida que não pagou, explica Rochlin. Ele ainda poderá ser cobrado pelo credor na Justiça.

E como saber se está com o nome sujo?
Para saber se você está com o nome sujo na praça, é possível consultar o seu CPF nos sites das instituições donas dos cadastros de inadimplentes.

Fonte: g1.globo.com

Cotações e Índices

Moedas - 25/03/2019 16:48:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,858
  • 3,859
  • Paralelo
  • 3,850
  • 4,060
  • Turismo
  • 3,700
  • 4,010
  • Euro
  • 4,363
  • 4,366
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,888
  • 3,888
  • Libra
  • 5,089
  • 5,091
  • Ouro
  • 162,210
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Agendas Tributárias

  • 29/Março/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2018
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração mensal
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração trimestral
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal
  • PAEX 1 | Parcelamento Excepcional
  • PAEX 2 | Parcelamento Excepcional
  • Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • INSS | Previdência Social | Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB)
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF)
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc)
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA)
META CONTABILIDADE LTDA.
Rua das Arraias, 80   |   Parque Residencial Aquarius - Sala 01   |   São José dos Campos/SP
Fone: (12) 2135.0400 - Fax: (12) 2135.0430   |   meta@metacontabilsjc.com.br
Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)