Como reduzir custos sem perder a qualidade?

Especialmente em momentos de crise, não é raro as empresas buscarem uma redução de custos. Em muitos casos, mais do que uma necessidade, trata-se de uma questão de sobrevivência. Contudo, para que a medida seja realmente eficiente é preciso avaliar com calma se o que você está cortando é realmente um custo ou um investimento.

Seguindo o raciocínio lógico, certamente você irá manter o padrão do produto, atendimento e serviço prestado. Se o número de clientes diminuiu, podemos concluir que a disputa entre a sua marca e a concorrência está mais acirrada. Ou seja, a empresa precisa ser ainda mais eficaz na condução de seus processos para que os mesmos produzam produtos e serviços que atendam ainda mais as necessidades de seu público e, de preferência, ainda supere as expectativas.

O problema acontece quando tomamos decisões que acabam por “economizar” justamente nos processos que mais impactam em quem mais paga suas contas, o cliente. Esse é um ponto que merece total atenção, visto que clientes satisfeitos comprarão novamente e indicarão seu produto ou serviço para outras pessoas, atitude esta que, em tempos difíceis, faz toda a diferença.

Vale lembrar que, no mundo cada vez mais competitivo no qual vivemos, as crises são extremamente darwinistas. Assim, uma coisa é certa, apenas as empresas mais fortes irão sobreviver. Portanto, empresário, ajuste suas contas, revise seus processos, elimine retrabalho e desperdícios, mas não perca a qualidade de seu atendimento e mantenha o foco na gestão de seus processos.


Conquistar clientes e obter uma participação de destaque na mente e no coração do consumidor demandam planejamento cuidadoso e muito esforço por parte da empresa. Nesse caso, o tempo e o dinheiro aplicados na gestão e na melhoria de processos não podem ser considerados como custos, mas sim como investimentos. Seus clientes são os principais responsáveis pela posição que sua empresa se encontra agora e é a qualidade oferecida a eles que garantirá o futuro de cada organização.

Luciano Zorzal

Fonte: administradores.com.br

Cotações e Índices

Moedas - 22/02/2019 16:21:13
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,738
  • 3,740
  • Paralelo
  • 3,710
  • 3,900
  • Turismo
  • 3,710
  • 3,940
  • Euro
  • 4,239
  • 4,242
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,738
  • 3,737
  • Libra
  • 4,879
  • 4,883
  • Ouro
  • 158,780
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Agendas Tributárias

  • 25/Fevereiro/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • COFINS.
  • PIS/Pasep. 
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados. 
META CONTABILIDADE LTDA.
Rua das Arraias, 80   |   Parque Residencial Aquarius - Sala 01   |   São José dos Campos/SP
Fone: (12) 2135.0400 - Fax: (12) 2135.0430   |   meta@metacontabilsjc.com.br
Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)