Comércio eletrônico no Brasil está entre os dez maiores do mundo

POR REDAÇÃO DC

Sua influência nas vendas do varejo deve se ampliar nos próximos anos com a banda larga e smartphones, de acordo com pesquisa de tendências da consultoria BCG

Com o correspondente a US$ 16 bilhões em vendas no ano passado, o comércio eletrônico no Brasil representou cerca de 4% do faturamento do varejo  no país (US$ 429 bilhões), o suficiente para colocá-lo entre os dez maiores mercados de comércio  eletrônico do mundo.

Líder na América  Latina, o e-commerce nacional continua atrás de grandes potências como China e Estados  Unidos.

Mas um estudo detalhado sobre  o impacto digital no comércio brasileiro conduzido pelo Center for Customer Insight, da consultoria The Boston  Consulting Group, evidencia que a internet tem  muito  mais força no país do que as estatísticas sugerem, e não deve ser ignorada por varejistas ou por profissionais de marketing. A internet influencia mais da metade de todas  as compras do varejo nacional.

PERFIL
De acordo com com estudo, os 106 milhões de brasileiros conectados  (mais da metade da população usam) usam  a internet em algum  momento para  fazer compras. O impacto digital no comércio  já é considerável e deve se tornar ainda mais abrangente  nos próximos anos.

A influência digital varia de acordo  com tipo de consumidor, categoria do produto e conectividade. O uso da internet ainda predomina entre pessoas  de alta renda, com perfil urbano/suburbano e litorâneo, enquanto fatores como infraestrutura de telecomunicações, renda e aspectos individuais  limitaram a penetração e o uso digital no interior do país.

"Contudo, isso está mudando e espera-se uma  aceleração do digital no interior do país nos próximos anos", afirma o estudo do BCG. "Projeções mostram que  a internet chegará a cobrir  65% do território nacional até 2019. Atualmente, cerca  de 40% das famílias brasileiras têm  acesso  à internet banda larga  fixa e mais de 140 milhões  de clientes têm  assinaturas de dispositivos  móveis  com conexão  às redes  3G e 4G. As vendas de smartphones devem atrair 70% de todas  as compras de aparelhos celulares a partir de 2016."

O estudo do BCG ainda prescreve cinco recomendações às empresas para se manter competitivas no comércio eletrônico. Leia aqui na íntegra [em português].

FOTO: Thinkstock

Fonte: Diário do Comércio - 04/12/2015

Cotações e Índices

Moedas - 10/12/2018 16:02:03
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,926
  • 3,928
  • Paralelo
  • 3,900
  • 4,090
  • Turismo
  • 3,770
  • 4,080
  • Euro
  • 4,461
  • 4,463
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,966
  • 3,966
  • Libra
  • 4,929
  • 4,931
  • Ouro
  • 154,130
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

Agendas Tributárias

  • 13/Dezembro/2018
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
META CONTABILIDADE LTDA.
Rua das Arraias, 80   |   Parque Residencial Aquarius - Sala 01   |   São José dos Campos/SP
Fone: (12) 2135.0400 - Fax: (12) 2135.0430   |   meta@metacontabilsjc.com.br
Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)